IME Clinica Cidadã


IME Clínica Cidadã

Saúde de qualidade ao alcance de todos!

Mapeamento de Retina

O exame de mapeamento de retina é aquele em que você posiciona o rosto em um aparelho, e o médico ou profissional habilitado incide uma luz sobre o seu olho.

O procedimento é bem simples de ser feito e é fundamental na prevenção, no diagnóstico e no acompanhamento de diversas doenças oculares.

Acompanhe o artigo e saiba com que frequência deve ser feito, e quais são as principais doenças que o mapeamento de retina ajuda a identificar.

O que é o mapeamento de retina?

O mapeamento da retina é um exame ocular que serve para investigar detalhadamente a retina, parte do olho responsável pela formação das imagens. Com o exame, é possível analisar a região central e periférica da retina, o nervo óptico, o vítreo e os vasos sanguíneos.

Para que serve o exame mapeamento de retina?

O mapeamento de retina pode auxiliar no diagnóstico e acompanhamento de diversos problemas e doenças, como: má formações oculares, inflamações, problemas neurológicos, reumáticos e hematológicos, retinopatia diabética, hipertensão arterial, glaucoma, descolamento de retina, e até tumores.

Como é realizado mapeamento de retina?

Antes de realizar o mapeamento de retina o paciente tem a pupila dilatada para facilitar uma melhor análise do olho. Com o auxílio de um aparelho chamado oftalmoscópio indireto binocular, e uma lente convergente de grande aumento, o médico irá avaliar todo o sistema interno ocular.

A forte luz projetada no olho é segura, de modo que não existem contraindicações para a realização do exame. Até pacientes com algum grau de opacidade no olho podem se beneficiar do exame de mapeamento de retina.

Quanto tempo dura a dilatação da pupila?

O efeito da dilatação da pupila pode durar entre quatro a seis horas, podendo variar de acordo com o tipo de colírio usado, a concentração do medicamento, ou mesmo da suscetibilidade de cada indivíduo à substância.

Indicações do exame:

O mapeamento de retina é indicado para todas as pessoas como exame preventivo. Trata-se de um método eficaz na detecção precoce de diversos problemas e doenças oculares, principalmente aqueles que não apresentam sintomas perceptíveis no início.

Além disso, o mapeamento de retina também é fundamental no diagnóstico e acompanhamento para as seguintes condições:

  • Diabetes;
  • Hipertensão arterial;
  • Suspeita de retinopatia diabética ou retinopatia hipertensiva;
  • Alterações na retina ou no nervo óptico;
  • Diminuição da visão;
  • Pessoas com mais de 50 anos;
  • Pacientes que irão passar por alguma cirurgia ocular;
  • Pacientes que usam medicamentos que podem causar efeitos colaterais na retina;
  • Bebês prematuros (com até 32 semanas ou peso inferior a 1.500g), para prevenir a chamada retinopatia da prematuridade;
  • Pacientes com miopia, para acompanhamento da retina periférica e prevenção de descolamento de retina.

Cuidados antes e depois do exame:

Recomenda-se contar com um acompanhante para a realização do mapeamento de retina.

Como será necessário dilatar a pupila, a sua visão ficará embaçada por um período de quatro a seis horas. Dessa forma, não é aconselhável que você dirija, ou caminhe sozinho(a) na volta para casa.

Outra recomendação é usar óculos escuros após o exame, de modo a diminuir o desconforto da pupila dilatada. 

Com que frequência devo realizar o exame?

Apenas o oftalmologista poderá indicar a periodicidade com que o mapeamento de retina deve ser feito.

Uma boa prática, no entanto, é realizá-lo anualmente, como parte de um check-up preventivo da sua visão. 

No caso de portadores de doenças sistêmicas (em especial, a diabetes e a hipertensão arterial), ou de pacientes com fatores de risco para doenças oculares, o exame pode ser indicado com mais frequência.

Onde fazer o exame de Mapeamento de Retina?

No IME CLÍNICA CIDADÃ você realiza seu exame de mapeamento de retina com os melhores médicos oftalmologistas, com equipamentos de ultima geração e por um valor bem acessível.

Abrir o Chat
1
Olá, como podemos ajudar